Endereço:

Rua Vergilio Ferreira, Nº 11
8005-546 FARO

email:

grupo@grei.pt

Resiliência Familiar

Created by potrace 1.16, written by Peter Selinger 2001-2019
Cadernos do GREI nº10

CADERNOS

do GREI

As investigações sobre a resiliência iniciaram-se com estudos sobre indivíduos que sobreviveram a traumas e adversidades, alargando-se recentemente ao domínio da família. O conceito de resiliência familiar designa os processos de superação e adaptação da família como unidade funcional e permite compreender como estes processos moderam o stresse e possibilitam às famílias fazer face às adversidades e superar as crises.

É difícil [viver] em tempos como estes: crescem dentro de nós ideais, sonhos e esperanças, que são esmagados pela cruel realidade.
É de admirar que eu ainda não tenha abandonado todos os meus ideais, pois parecem tão absurdos e impraticáveis.
E no entanto agarro-me a eles porque ainda acredito, (…), que as pessoas são verdadeiramente boas(…).
Anne Frank in Diário (1944)

Revisão teórica, conceitos emergentes e principais desafios.

A investigação no âmbito da resiliência criou um novo paradigma quer para os investigadores, quer para a intervenção. Com efeito proporcionou o aparecimento de um racional poderoso que permitiu mover o enfoque das preocupações relacionadas com o défice e a patologia para uma examinação das forças internas do indivíduo e da comunidade (Masten, 2001; Rutter, 1979, 2012, 2013).

A ideia de que alguns seres humanos conseguem superar condições severamente adversas, transformá-las em vantagens ou estímulos para o seu desenvolvimento biopsicossocial tem uma longa história. De facto, o conhecimento de histórias de vida de sucesso de indivíduos em condições muito precárias, quer de saúde, segurança ou que se encontrem expostas a situações de risco pessoal e social tem vindo a despertar o interesse de um número considerável de investigadores (Garmezy, 1996).

Apresenta-se uma revisão da literatura sobre a evolução do conceito de resiliência, com ênfase principal na forma como o conceito foi aplicado ao nível da família. Neste sentido, é focalizado o modelo da resiliência familiar, seguindo-se uma abordagem no âmbito da sua aplicação junto das famílias. Finaliza-se com a referência a uma escala de resiliência familiar, que permitirá uma avaliação das capacidades da família, possibilitando uma intervenção mais dirigida para a promoção da resiliência, de forma a que a família possa enfrentar com maior eficácia as adversidades e os riscos com que se depara no seu dia-a-dia.

Partilhar o artigo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
GREI BRANCO

Entrar em contacto