Endereço:

Rua Vergilio Ferreira, Nº 11
8005-546 FARO

email:

grupo@grei.pt

ITINERÁRIOS DE @PRENDIZAGEM

Created by potrace 1.16, written by Peter Selinger 2001-2019
Syllabus Nº3

SYLLABUS

do GREI

Colaborativa-Cooperativa em Contexto Online

Não há educação sem raízes, o futuro de qualquer pedagogia é algo que se conquista, antes de mais, pela capacidade de criar alicerces no tempo histórico.
A ideia de juntar os estudantes em pequenos grupos de trabalho, dentro da sala de aula, para que obtenham melhores resultados nas aprendizagens, não é nova.
Já no século XVII Comenius1 provocava a reflexão em torno das metodologias de ensino/ aprendizagem quando, metaforicamente, associava a Botânica à Educação, proferindo as seguintes palavras: “(…) não se consegue de uma só semente produzir a mesma árvore? De um só método farei estudantes capazes! (…)”.
Comenius revolucionou a linha de pensamento da época, levando o Homem a procurar um novo método universal de “ensinar tudo a todos”. Reencontrar as ideias deste grande pedagogo, pode auxiliar-nos a entender melhor os desafios da Educação contemporânea. Se transferirmos as suas convicções para os dias de hoje, percebemos que, com as novas tecnologias e com a democratização do acesso à informação, esse antigo sonho parece cada vez mais real.
Atualmente conceitos como “educação permanente”, “democratização do ensino”, “aprendizagem global”, “estimulante e significativa”, “diferenças individuais”, “inteligências múltiplas”, ou “condições apropriadas para a aprendizagem”, são muito frequentes e reais. O surpreendente é o facto de, há quatro séculos atrás, estas questões já estarem patentes nas obras de Comenius.

Autora: Sofia Sant’Ana Lopes Malheiro da Silva

Partilhar o artigo

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
Email

Artigos em destaque